Buscar
  • Joana Wheeler

Burlas por MB WAY: como funcionam e o que fazer para se proteger

Um serviço tão útil e prático é frequentemente alvo de esquemas fraudulentos. Saiba como funcionam os esquemas do MB WAY e o que pode fazer para evitá-los.


MB WAY é uma aplicação de telemóvel que lhe permite utilizar um multibanco. Devido ao seu amplo uso, os esquemas MB WAY estão a tornar-se cada vez mais comuns, prejudicando pessoas menos familiarizadas com as novas tecnologias e com aqueles que carecem de certa literacia digital e mesmo financeira.


A SIBS garante que o sistema está seguro. No entanto, a falta de informação pode levar a uma deturpação, tornando as pessoas mais vulneráveis a burlas.

De acordo com a página da MB WAY, "o serviço utiliza protocolos e algoritmos de segurança para garantir a confidencialidade, integridade e autenticidade dos dados comunicados, processados e armazenados de acordo com as mais recentes e exigentes normas de segurança europeias".


Além disso, todas as conversas e transações são "monitorizadas por uma equipa totalmente dedicada à prevenção e deteção de fraudes 24 horas por dia, 7 dias por semana, 365 dias por ano".

Mesmo assim, se utilizar ou estiver a considerar utilizar o MB WAY, é fundamental estar atento aos perigos e saber proteger-se.


COMO FUNCIONAM ESTES ESQUEMAS?

As plataformas de compra e venda de artigos entre particulares, como OLX, Custo Justo ou Facebook MarketPlace, são tipicamente as mais populares para este tipo de burlas, alheias às más intenções de alguns utilizadores.


Quase sempre, o contacto é iniciado sob o pretexto de uma transação comercial. O burlão revela interesse e urgência em comprar algo de imediato e sugere ao vendedor, neste caso a vítima, que o pagamento seja feito através do MB WAY uma vez que é mais rápido.


Método 1 – utilizado quando a vítima não tem MB WAY

O burlão aproveita o desconhecimento da vítima sobre a plataforma para persuadir a vítima a ir a um multibanco para aderir ao MB WAY.


Explica então que é necessário associar a sua conta bancária ao contacto dele para que possa proceder ao pagamento do artigo. E, assim, convencida de que só está a autorizar um movimento, a vítima acaba por dar livre acesso à sua conta bancária.


O burlão pode então usar a app para fazer levantamentos (da conta da vítima) em qualquer multibanco ou transferir dinheiro desta conta para outras contas.


Método 2 - utilizado quando a vítima já tem MB WAY

Os suspeitos podem ainda solicitar o número de telemóvel ligado ao MB WAY da vítima para efetuar o pagamento, informando-os de que receberão uma mensagem confirmando o seu valor assim que a transação estiver concluída.


O burlão, normalmente neste caso, usa a app MB WAY para enviar uma mensagem que diz "Peça dinheiro" em vez de "Enviar dinheiro", numa quantidade proporcional ao preço do artigo a ser comprado. E, para acrescentar à credibilidade do engano, envia uma mensagem gratuita que diz algo assim: "O MB WAY recebeu uma ordem de transferência de 500 euros para o seu número de telefone. Concorda com o envio do dinheiro para a sua conta?"


Ao aceitar, a vítima está a enviar este valor para a conta do burlão, em vez do contrário, como se seria suposto.


Se, se encontrar em alguma destas circunstâncias, chame a polícia imediatamente.

Haverá ainda, sem dúvida, outros métodos ou modificações que desconhecemos neste momento, pelo que todas as precauções são aconselhadas.


COMO PODE PROTEGER-SE DE BURLAS POR MB WAY?

Para evitar ser vítima deste tipo de burlas, siga estes passos:

• Nunca adicione um número de telefone à sua conta bancária que não seja sua ou que não tenha conhecimento.

• Não aceite conselhos de estranhos para aderir ao serviço MB WAY ou realizar qualquer outra transação, e não lhes dê os seus dados ou códigos.

• Nunca responda com os seus dados confidenciais ou pessoais a e-mails ou SMS, mesmo que pareçam autênticos;

• Em caso de dúvida, peça assistência a um familiar ou amigo ou ligue para o seu gestor bancário ou de conta;

• Se receber alguma mensagem que lhe pareça estranha, deverá reportar o incidente utilizando o chat MB WAY para que a equipa possa investigar;

• Verifique regularmente o extrato da sua conta bancária para garantir que não existem transações bancárias suspeitas.


Perdeu o telemóvel ou tablet com a aplicação MB WAY instalada?

Se tiver a aplicação MB WAY instalada noutros dispositivos, poderá utilizar Menu Mais > Definições > Os meus dispositivos e desativar ou mesmo remover a sua conta de um dispositivo perdido ou roubado.


Pode cancelar a aplicação num terminal multibanco, utilizando o cartão que está associado à app, ou com o seu banco se não a tiver em nenhum outro equipamento.


Perdeu o cartão que dá acesso à app MB WAY?

Neste caso, deve cancelar o cartão o mais rapidamente possível. Isto é algo que podes fazer com o seu banco. A SIBS pode ser contactada se tiver alguma dúvida sobre este assunto (808 201 251 ou 217 918 780).


Pode responsabilizar o banco por fraudes através do MB WAY?

As burlas efetuadas por MB WAY, segundo a DECO – Associação de Defesa do Consumidor, não podem ser imputadas aos bancos ou à SIBS, a empresa que criou e gere o serviço (e cujos acionistas são os bancos), porque os burlões estão ativamente envolvidos, mesmo que desconheçam os factos.

6 visualizações0 comentário